Os benefícios da meditação para mulheres

Com o ritmo acelerado do cotidiano, fica cada dia mais difícil encontrar tempo para meditar a palavra de Deus. Uma meditação por dia irá organizar os seus compromissos e proporcionar um momento de reflexão descontraído e profundo em qualquer lugar.

Novas pesquisas sugerem que as mulheres que meditam poderiam ter uma função sexual melhor do que aquelas que não meditam.

Praticada há séculos, a meditação proporciona equilíbrio entre mente e corpo por meio da calma e do foco. Pesquisas anteriores sugerem que a meditação pode ser útil para condições como estresse, ansiedade e doenças cardíacas, além da saúde sexual.

meditacao

Para aprender mais, os pesquisadores entrevistaram 450 mulheres com idades entre 19 e 70 anos e fizeram perguntas sobre seus hábitos de meditação e sua função sexual. Cento e noventa e três mulheres disseram que meditaram; o resto não.

Os pesquisadores descobriram que as mulheres que meditavam tinham melhores pontuações em avaliações de saúde sexual, particularmente para desejo, excitação, lubrificação e orgasmo. No entanto, não ficou claro se a frequência da meditação ou a duração da experiência global de meditação tiveram algum papel nos resultados.

É possível que a atenção plena da meditação, junto com a concentração no momento presente, tenha melhorado o bem-estar mental das mulheres, o que poderia tê-las ajudado sexualmente. Além disso, as mulheres podem ter aprendido a se concentrar mais em suas experiências sexuais “no momento”.

Muitos fatores podem contribuir para os problemas de saúde sexual das mulheres, como estresse, ansiedade e alterações hormonais. Um exame médico completo é recomendado para qualquer pessoa que tenha dificuldades sexuais.

Ainda assim, enquanto a meditação não é uma cura para problemas sexuais, pode valer a pena tentar. As mulheres interessadas em meditação podem considerar fazer uma aula em sua comunidade ou pedir recomendações ao médico.

Recursos

“A meditação pode impulsionar sua vida sexual de uma maneira importante”, conclui o estudo

4 dicas para treinar sua equipe

Em um mercado qualquer vez mas opositor, corporações buscam meios que aumentem a produtividade e as vendas

treinamento-equipe

Muitos aspectos influenciam no resultado de companhia e, na maior número das vezes, quem dita o sucesso ou fracasso da organização são os funcionários. Desse modo, as companhias estão investindo com mas constância em classificação e treinamento de funcionários.

Os colaboradores estão presentes em varios processos da empresa como, por ex, nas vendas, na produção e até na lanço de fidelização. Quanto melhor treinados, preparados e atualizados eles forem, melhores serão os resultados alcançados por eles em todos e cada um dos departamentos. Um time capacitado é forçoso para o sucesso de qualquer corporação.

Desse modo, o treinamento de funcionários vem se tornando uma prática qualquer vez mas valorizada no envolvente empresarial. Presentemente, há várias jeitos de oferecer treinamento ao time de colaboradores — mediante opções conectado ou presenciais.

Além de proporcionar ganhos à empresa, essas capacitações ajudam a motivar os profissionais, contribuindo para o seu muito -estar dentro da companhia e estimulando-os a conceder o melhor de si no cotidiano.

Se você está pensando em fazer treinamentos de funcionários na sua empresa, não deixe de conferir as 6 dicas que listreinamento-equipetamos neste post.

 

1. Defina os objetivos das capacitações

De antemão de iniciar qualquer classe de treinamento de funcionários, os gestores precisam planejar muito os objetivos da treinamento. Não adianta oferecer, por ex, um curso das quais tema principal não possui relação com o cotidiano dos colaboradores.

É importante identificar os motivos que levaram a companhia a meditar em fazer uma treino. Várias duvidas, de antemão de qualquer resolução, ajudam os gestores durante o ação de planejar da treinamento. São elas:

O treinamento é para um término pontual, como quando um ou mas funcionários apresentam dificuldades em determinadas áreas?

  • O foco é apresentar para o coletivo um novo concepção da empresa?
  • A treinamento possui como objetivo treinar o time para utilizar uma novidade utensílio?
  • A treino vai atuar como uma reciclagem para os colaboradores?

Após responder essas questões, os empreendedores vão conseguir pautar um ação de planejar dos treinamentos para serem realizados durante o ano, fazendo adequações caso seja necessário.

2. Identifique as fraquezas da equipe

Mesmo com os objetivos gerais apresentados acima, é interessante que os gestores observem e identifiquem também as fraquezas apresentadas pela equipe durante a rotina de trabalho, porque essa estudo é precípuo para projetar novos estudos.

Para isso, é essencial, além do seguimento dia após dia, revisitar relatórios de metas, histórico de reclamações e avaliações de desempenho. Essas informações devem ser compartilhadas com a equipe de Recursos Humanos da empresa. Deste modo, é provável direcionar a classificação para os aspectos que precisam ser potencializados pelo time.

3. Invista na instrução corporativa

Depois definir os objetivos e identificar as fraquezas do time, corporações precisam selecionar a melhor forma de impor esses conteúdos. A ensino corporativa vem sendo uma prática adotada por inúmeras empresas, autonomamente do retalho ou do porte. Focada na administração de pessoas, ela possui como meta promover o desenvolvimento dos funcionários, a administração do conhecimento e o prolongamento da corporação.

Invista em Instrução Corporativa: Essa tipo de treinamento se diferencia das demais porque não oferece cursos avulsos com objetivos específicos. Pelo contrário: reúne um conjunto de ações que estimula o desenvolvimento do time em consonância com os objetivos macro da companhia, incentivando processos de inovação e a melhoria contínua da empresa e dos colaboradores.

Ao adotar um projecto de ensino corporativa — varias vezes adquirido por empresas parceiras especializadas nesse retalho —, as companhias podem optar por realizar o treinamento de funcionários em próprio envolvente de trabalho — como nas salas de reunião — ou nas modalidades a intervalo ou semipresencial. A escolha da variante deve levar em conta os custos e também o perfil dos colaboradores.

4. Potencialize habilidades específicas

Também realizados no envolvente de trabalho, os treinamentos em serviço têm como foco o desenvolvimento de habilidades específicas, como o aprimoramento de técnicas utilizadas no cotidiano pelos funcionários.

Por ser um gênero de de treinamento muito próximo da veras da equipe, a motivação em aprender é ainda maior, especialmente quando realizado durante o temporada de experiência do profissional na empresa.

Essa treinamento é bastante geral nas indústrias e também no varejo. A principal vantagem do treinamento em serviço é a ansa do contratado aprender na prática tudo o que este vivenciará na sua rotina. Porém, é preciso que o colaborador mantenha o foco durante todo o processo para não perder nenhum detalhe essencial.

Gerenciamento de estoque ou estoque de negócios

Gerenciamento de estoque ou estoque de negócios

Gerenciamento de estoque ou estoque de negócios

controle de estoque é um dos aspectos da administração que na micro e pequena empresa é muito raramente atendida.

O empresário dificilmente encontra tempo para desempenhar todas as funções que lhe são atribuídas: compras, vendas, produção, gestão de pessoal, gestão de dinheiro, procedimentos bancários, legais, contábeis e administrativos …

Ele ocupa seu tempo mais em questões operacionais ou táticas do que em tarefas estratégicas .

Isso geralmente acontece porque você precisa se concentrar gerar dinheiro e apagar incêndios agora . Simplesmente controlar o estoque ou estoque não produz lucros imediatamente.

Em uma PME, geralmente não há registros confiáveis, políticas ou sistemas responsáveis ​​para ajudar nessa tarefa fácil, mas tediosa.

Em cada negócio é de vital importância ter um bom controle de estoque, já que seu descontrole empresta -se não só para o roubo de formiga, mas também resíduos e de resíduos pode causar um forte impacto na rentabilidade.

Em relação à falta de registros (não apenas de inventários, mas de todos os tipos de operações), os seguintes comentários são ouvidos:

  • Os registros são complicados e apenas os contadores os entendem.
  • Você precisa de um programa de computador muito caro e complicado para entender.
  • Eu preciso de um gerente de armazém ou armazém para manter os registros bem e atualizados.
  • Não tenho tempo suficiente para contar meu inventário.

De fato, muitos desses comentários são verdadeiros, é por isso que quero explicar como resolver essas objeções.

O objetivo de ter registros de estoque não é simplesmente fazê-lo porque as grandes empresas o fazem, seja porque o medidor o solicita ou porque precisamos que ele construa nosso equilíbrio geral. O objetivo principal é ter informações suficientes e úteis para: minimizar os custos de produção e aumentar a liquidez.

Para isso, é necessário manter um nível ótimo de estoque e, para começar a usar a tecnologia, simplifica as tarefas de controle de estoque com a consequente redução das despesas operacionais.

Os programas de computador são excelentes, no entanto, o fato deles serem bem estruturados não garante que eles cobrirão nossas necessidades de informação, se não os alimentarmos com informações reais e constantes.

No caso das microempresas, recomendo o uso de uma das ferramentas mais simples, porém mais poderosas, que a tecnologia atual nos deu: a planilha.

O problema com a quantificação de estoques pode ser tão grande ou tão pequeno quanto a nossa gama de produtos.

Não necessariamente uma extensa gama de produtos envolve grandes problemas, o que dificulta o funcionamento do nosso negócio é uma ampla gama de produtos dentro da matéria-prima, ou seja, se vendemos pizzas, mas também vendemos sushi, bolos, massas, sorvetes, frango e comida internacional, então nos deparamos com uma excessiva diversificação que nos força a ter um estoque muito alto.

3 motivos para contratar um rastreador veicular

Você já sabe a importância de contratar um rastreador veicular? Sabe para que ele serve? E quais são as vantagens? Inicialmente: O Brasil é um dos países que mais sofre com o alto índice de roubo e furto de veículos. Sabendo disso, fica claro que a prevenção é fundamental. Antes de contratar um seguro ou um equipamento de segurança, dê uma verificada se o seu modelo está no ranking dos carros mais roubados do país.

rastreador veicular

O que é um rastreador veicular?

O rastreador nada mais é do que um aparelho que será monitorado por uma central de segurança, e conseguirá mostrar o local exato do seu veículo. Normalmente, o proprietário não acompanha a instalação do mesmo, visto que o equipamento é fixado em um local escondido do próprio cliente por questões básicas de segurança.

Motivos para contratar um rastreador veicular

Separamos para você uma listinha básica de motivos que te farão pensar bem e finalmente se convencer de que sua segurança vale mais que qualquer outra coisa!

Tranquilidade e comodidade

Uma das vantagens de ter um bom equipamento de segurança é a comodidade do cliente. Até porque com a alta tecnologia disposta no sistema de monitoramento, você consegue acompanhar seu carro onde estiver, a hora que quiser! Alguns rastreadores disponibilizam, até mesmo, a velocidade em que seu veículo está sendo conduzido, não é fantástico?

Barateamento no seguro

Esse é um dos fatores mais interessantes. Sabia que adquirir um rastreador veicular pode te garantir um desconto de até 25% no valor do seu seguro automotivo? Funciona assim: A seguradora compreende que com um equipamento de segurança, as chances de encontrar o carro em caso de furto ou roubo são muito maiores. Por esse motivo, o preço do serviço cai de maneira significativa.

Segurança

Imagine só como deve horrível deve ser viajar com receio de que seu carro seja furtado.  Contratar um rastreador veicular te garante muito mais segurança no dia a dia.

Como faço para contratar um rastreador veicular?

Atualmente há inúmeras empresas do segmento presentes no mercado. A maioria delas conta com um sistema de monitoramento de alta tecnologia, que permite até 99% de chances de recuperação do seu veículo. Vale ressaltar também, que algumas corporações garantem cobertura em países vizinhos, próximos à fronteira brasileira.

Quando for contratar o equipamento, faça uma análise de riscos em primeiro lugar. Converse com um profissional especializado, explique sua rotina e principalmente responda a essas perguntas essenciais: Como, onde e para que usa seu carro? Tendo essas respostas, será muito mais fácil de escolher um plano que realmente de adéque às suas principais necessidades diárias.

Além de todos esses benefícios, você terá assistência 24 horas, 7 dias por semana. As empresas de rastreamento veicular, em geral prestam todo esse suporte necessário ao cliente.

E aí? Está esperando o que para contratar seu rastreador? Entre em contato com uma empresa de sua confiança, escolha um bom profissional para te acompanhar e não se esqueça de esclarecer todas as suas dúvidas. Depois é só escolher o plano que mais combina com você!

4 Motivos para medir a velocidade da internet

Utilizar a internet é algo corriqueiro e que faz parte do cotidiano de boa parte dos brasileiros. Seja para trabalho, pesquisa ou estudos, o importante é que ela esteja funcionando bem, para que você evite futuros problemas. Mas será que você como usuário, tem o hábito de fazer sua medição diária? Se não tem, comece a reservar um tempinho para essa tarefa. Ela te ajudará e muito. Quer saber como? Confira quais as principais vantagens ao aderir um medidor de internet:

Economia na Fatura

Sabia que medir a velocidade da sua conexão com determinada frequência pode te ajudar a economizar? Você deve estar se pensando: Mas como? Isso porque de acordo com a Anatel, todas as provedoras de internet são obrigadas a oferecerem, no mínimo, 80% da velocidade contratada pelo cliente no mês todo. Se no resultado do teste, esse valor for inferior, você tem direito a descontos significativos. E aí, vai deixar passar? O ideal é que você faça a medição pelo menos a cada duas horas, em horários de picos e em horários mais tranquilos. Assim fica mais fácil de obter um parâmetro com diferentes níveis de tráfego de dados.

Mais tranquilidade

De repente, o fim de semana chega e você quer assistir àquele filme na Netflix, mas a velocidade de conexão não está colaborando, e agora? O que fazer? Ao fazer o seu teste, terá certeza de que o download e o upload estão de acordo com o que foi firmado no contrato entre você e a operadora. Posteriormente, caso o resultado seja inferior, você pode entrar em contato com a empresa de internet e até mesmo com a Anatel e o Procon se for o caso. Não deixe esse hábito de lado. Ele é muito importante na hora de exigir seus direitos.

Conhecer seu plano de internet

Pode ser que você tenha contratado um plano que nem é tão adequado às suas necessidades diárias, já pensou nisso? Fazendo seu teste com frequência você terá essa resposta. Um exemplo: Se três ou mais dispositivos estiverem conectados na rede, e sua velocidade for baixa, podem ocorrer travamentos, queda de sinal e lentidão no carregamento dos sites, fatos que causam aquele transtorno em família. Outro quesito importante é avaliar a finalidade e a utilidade: Se você baixa muitos filmes e arquivos pesados, repense, talvez seja hora de contratar um pacote com mais MB.

Motivos para medir a velocidade da internet

 

 

 

 

Comodidade

Ninguém merece ter que ficar ligando para o suporte técnico todas as vezes que acontece algum problema, não é mesmo? Ao utilizar um bom medidor de internet, você tem a garantia em saber se a falha é causada pela lentidão de conexão. Mantenha o hábito de realizar o seu teste de velocidade, no mínimo, três vezes por dia, ou sempre que desconfiar que sua navegabilidade está abaixo do contratado por você.

Agora já sabe como fazer seu teste! Basta encontrar um bom medidor de internet e começar a praticar. É simples, rápido, fácil e gratuito. Não perca seu tempo. Faça agora mesmo seu teste de conexão.

Dica para o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM 2018

Dica para o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM 2018

Teste do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018). Eu passei rapidamente, não passei? A maioria dos candidatos começou a estudar lá no começo do ano. Mas, como sempre, há uma aula que começará a preparação agora. Você ainda tem tempo para se dedicar e fornecer um bom resultado – especialmente para aqueles que querem um curso menos lotado.

enem 2018
enem 2018

Pensando em ajudar quem deixou tudo na última hora, foi conversado com os professores e coordenadores dos três cursos para saber: já que ele não vai dar tempo para aprender tudo que pode cair, o que deveria ser uma prioridade? E, como resta muito pouco tempo, o que deve ser feito para que o estudo funcione bem até 4 de novembro, o dia da primeira avaliação?

Principal dica para o ENEM 2018

Uma das principais dicas, referida por todos os entrevistados, é treinar, realizando exercícios a partir de testes de anos anteriores. Assim, o candidato aprenderá o estilo de avaliação, como fazer perguntas e como as respostas são registradas.

“Em alternativas, na maioria das vezes não há informações incorretas, então a pergunta deve ser respondida de acordo com o texto motivador e a declaração”, diz Celio Tasinato, um professor universitário e um curso de seminário estudantil.

Também é muito importante que o candidato saiba qual curso irá competir, porque o peso das perguntas varia dependendo da área escolhida. “Se um estudante quiser fazer jornalismo ou literatura, por exemplo, seu conhecimento de linguagem e escrita provavelmente custará mais ao calcular a média”, diz Ana Paula Dibburn, coordenadora do Curso Maximize.

No Enem, o número total de ocorrências no modelo é diferente da nota de resumo. A teoria da resposta à pergunta (TRI), usada na correção, não beneficia aqueles que surpreendem apenas os problemas mais difíceis. Portanto, recomenda-se que o candidato “pule”, exercícios considerados mais espinhosos e aqueles dedicados àqueles que ele entende sejam mais silenciosos.

“Então você tem agilidade para ler todo o teste, e se precisar chutar, vai passar todo o teste”, explica Vinicius de Carvalho Haydar, coordenador do curso Poliedro. Ele observou que o planejamento semanal, que determinará o que você fará todos os dias, também é muito importante.

“Quando um aluno tem dificuldades com uma semana, ele pode fazer o planejamento diário, o que vou fazer hoje? Quantos exercícios vou resolver? “São pequenos objetivos que estão sendo alcançados”, diz Vinicius.

Veja abaixo três listas com o que mais foi apresentado ao Enem nos últimos anos.

  • O primeiro deles foi desenvolvido pelo poliedro do curso e contém uma porcentagem que representa quanto este conteúdo caiu nas últimas 5 edições do Enem;
  • A segunda lista foi desenvolvida pelos professores do Seminário de Estudantes e contém dicas para o ensino;
  • A terceira lista é de cursos gratuitos, e ele dá um resumo do que mais foi apresentado ao Enem nos últimos anos.
estudar pro enem
estudar pro Enem