O estresse das mães pode reduzir a satisfação dos casais

O estresse de uma nova mãe pode afetar a satisfação sexual de ambos os pais, de acordo com um novo estudo de pesquisadores da Penn State.

A equipe trabalhou com 169 novos pais que responderam a perguntas sobre seus níveis de estresse seis meses após o nascimento do bebê. Seis meses depois, eles forneceram informações sobre sua satisfação sexual.

No geral, os casais estavam apenas “um pouco satisfeitos” com suas vidas sexuais. O estresse da parentalidade estava relacionado à menor satisfação sexual para as mães do que para os pais. Quando as mães estavam mais estressadas, seus parceiros relataram menos satisfação. No entanto, o inverso não era verdadeiro. O estresse dos pais não parece afetar a satisfação sexual das mães.

Em uma entrevista para a PennState News, o estudante de doutorado e pesquisador Chelom E. Leavitt explicou que as novas mães tendem a ter um papel maior em cuidar de um recém-nascido. Eles também podem sentir a pressão de ser a “mãe perfeita”.

“Quando as novas mães se sentem fatigadas pelas responsabilidades adicionais da paternidade, elas podem se sentir menos sexuais. O relacionamento sexual é interdependente, então quando a mãe sente maior estresse devido à paternidade, sua satisfação sexual não é diminuída, a satisfação sexual do pai também é afetado “, disse Levitt.

Para quem precisar, um estimulante natural pode apimentar o casal.

O que os pais novos podem fazer?

Ser aberto sobre o estresse é o primeiro passo. Cuidar de um bebê novo é muitas vezes esmagador, mas os pais novos podem sentir-se relutantes em procurar ajuda. Pedir aos parentes, amigos e vizinhos por uma mão com tarefas de babá ou do dia-a-dia pode ser uma boa maneira de aliviar a pressão e dar tempo aos pais para si mesmos como um casal.

O estudo foi publicado online em abril na revista Sex Roles. Veja mais em https://www.artesdecura.com.br