4 dicas para treinar sua equipe

Em um mercado qualquer vez mas opositor, corporações buscam meios que aumentem a produtividade e as vendas

treinamento-equipe

Muitos aspectos influenciam no resultado de companhia e, na maior número das vezes, quem dita o sucesso ou fracasso da organização são os funcionários. Desse modo, as companhias estão investindo com mas constância em classificação e treinamento de funcionários.

Os colaboradores estão presentes em varios processos da empresa como, por ex, nas vendas, na produção e até na lanço de fidelização. Quanto melhor treinados, preparados e atualizados eles forem, melhores serão os resultados alcançados por eles em todos e cada um dos departamentos. Um time capacitado é forçoso para o sucesso de qualquer corporação.

Desse modo, o treinamento de funcionários vem se tornando uma prática qualquer vez mas valorizada no envolvente empresarial. Presentemente, há várias jeitos de oferecer treinamento ao time de colaboradores — mediante opções conectado ou presenciais.

Além de proporcionar ganhos à empresa, essas capacitações ajudam a motivar os profissionais, contribuindo para o seu muito -estar dentro da companhia e estimulando-os a conceder o melhor de si no cotidiano.

Se você está pensando em fazer treinamentos de funcionários na sua empresa, não deixe de conferir as 6 dicas que listreinamento-equipetamos neste post.

 

1. Defina os objetivos das capacitações

De antemão de iniciar qualquer classe de treinamento de funcionários, os gestores precisam planejar muito os objetivos da treinamento. Não adianta oferecer, por ex, um curso das quais tema principal não possui relação com o cotidiano dos colaboradores.

É importante identificar os motivos que levaram a companhia a meditar em fazer uma treino. Várias duvidas, de antemão de qualquer resolução, ajudam os gestores durante o ação de planejar da treinamento. São elas:

O treinamento é para um término pontual, como quando um ou mas funcionários apresentam dificuldades em determinadas áreas?

  • O foco é apresentar para o coletivo um novo concepção da empresa?
  • A treinamento possui como objetivo treinar o time para utilizar uma novidade utensílio?
  • A treino vai atuar como uma reciclagem para os colaboradores?

Após responder essas questões, os empreendedores vão conseguir pautar um ação de planejar dos treinamentos para serem realizados durante o ano, fazendo adequações caso seja necessário.

2. Identifique as fraquezas da equipe

Mesmo com os objetivos gerais apresentados acima, é interessante que os gestores observem e identifiquem também as fraquezas apresentadas pela equipe durante a rotina de trabalho, porque essa estudo é precípuo para projetar novos estudos.

Para isso, é essencial, além do seguimento dia após dia, revisitar relatórios de metas, histórico de reclamações e avaliações de desempenho. Essas informações devem ser compartilhadas com a equipe de Recursos Humanos da empresa. Deste modo, é provável direcionar a classificação para os aspectos que precisam ser potencializados pelo time.

3. Invista na instrução corporativa

Depois definir os objetivos e identificar as fraquezas do time, corporações precisam selecionar a melhor forma de impor esses conteúdos. A ensino corporativa vem sendo uma prática adotada por inúmeras empresas, autonomamente do retalho ou do porte. Focada na administração de pessoas, ela possui como meta promover o desenvolvimento dos funcionários, a administração do conhecimento e o prolongamento da corporação.

Invista em Instrução Corporativa: Essa tipo de treinamento se diferencia das demais porque não oferece cursos avulsos com objetivos específicos. Pelo contrário: reúne um conjunto de ações que estimula o desenvolvimento do time em consonância com os objetivos macro da companhia, incentivando processos de inovação e a melhoria contínua da empresa e dos colaboradores.

Ao adotar um projecto de ensino corporativa — varias vezes adquirido por empresas parceiras especializadas nesse retalho —, as companhias podem optar por realizar o treinamento de funcionários em próprio envolvente de trabalho — como nas salas de reunião — ou nas modalidades a intervalo ou semipresencial. A escolha da variante deve levar em conta os custos e também o perfil dos colaboradores.

4. Potencialize habilidades específicas

Também realizados no envolvente de trabalho, os treinamentos em serviço têm como foco o desenvolvimento de habilidades específicas, como o aprimoramento de técnicas utilizadas no cotidiano pelos funcionários.

Por ser um gênero de de treinamento muito próximo da veras da equipe, a motivação em aprender é ainda maior, especialmente quando realizado durante o temporada de experiência do profissional na empresa.

Essa treinamento é bastante geral nas indústrias e também no varejo. A principal vantagem do treinamento em serviço é a ansa do contratado aprender na prática tudo o que este vivenciará na sua rotina. Porém, é preciso que o colaborador mantenha o foco durante todo o processo para não perder nenhum detalhe essencial.

Dica para o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM 2018

Dica para o Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM 2018

Teste do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018). Eu passei rapidamente, não passei? A maioria dos candidatos começou a estudar lá no começo do ano. Mas, como sempre, há uma aula que começará a preparação agora. Você ainda tem tempo para se dedicar e fornecer um bom resultado – especialmente para aqueles que querem um curso menos lotado.

enem 2018
enem 2018

Pensando em ajudar quem deixou tudo na última hora, foi conversado com os professores e coordenadores dos três cursos para saber: já que ele não vai dar tempo para aprender tudo que pode cair, o que deveria ser uma prioridade? E, como resta muito pouco tempo, o que deve ser feito para que o estudo funcione bem até 4 de novembro, o dia da primeira avaliação?

Principal dica para o ENEM 2018

Uma das principais dicas, referida por todos os entrevistados, é treinar, realizando exercícios a partir de testes de anos anteriores. Assim, o candidato aprenderá o estilo de avaliação, como fazer perguntas e como as respostas são registradas.

“Em alternativas, na maioria das vezes não há informações incorretas, então a pergunta deve ser respondida de acordo com o texto motivador e a declaração”, diz Celio Tasinato, um professor universitário e um curso de seminário estudantil.

Também é muito importante que o candidato saiba qual curso irá competir, porque o peso das perguntas varia dependendo da área escolhida. “Se um estudante quiser fazer jornalismo ou literatura, por exemplo, seu conhecimento de linguagem e escrita provavelmente custará mais ao calcular a média”, diz Ana Paula Dibburn, coordenadora do Curso Maximize.

No Enem, o número total de ocorrências no modelo é diferente da nota de resumo. A teoria da resposta à pergunta (TRI), usada na correção, não beneficia aqueles que surpreendem apenas os problemas mais difíceis. Portanto, recomenda-se que o candidato “pule”, exercícios considerados mais espinhosos e aqueles dedicados àqueles que ele entende sejam mais silenciosos.

“Então você tem agilidade para ler todo o teste, e se precisar chutar, vai passar todo o teste”, explica Vinicius de Carvalho Haydar, coordenador do curso Poliedro. Ele observou que o planejamento semanal, que determinará o que você fará todos os dias, também é muito importante.

“Quando um aluno tem dificuldades com uma semana, ele pode fazer o planejamento diário, o que vou fazer hoje? Quantos exercícios vou resolver? “São pequenos objetivos que estão sendo alcançados”, diz Vinicius.

Veja abaixo três listas com o que mais foi apresentado ao Enem nos últimos anos.

  • O primeiro deles foi desenvolvido pelo poliedro do curso e contém uma porcentagem que representa quanto este conteúdo caiu nas últimas 5 edições do Enem;
  • A segunda lista foi desenvolvida pelos professores do Seminário de Estudantes e contém dicas para o ensino;
  • A terceira lista é de cursos gratuitos, e ele dá um resumo do que mais foi apresentado ao Enem nos últimos anos.
estudar pro enem
estudar pro Enem